Calcular Acerto Trabalhista Online: Simulação

Saiba como Calcular o Acerto Trabalhista Online e faça uma Simulação para descobrir o valor do seu acerto no trabalho, saiba quanto possui para receber.

Texto escrito pela contadora Alessandra Crispim Soares

Devido a minha profissão, diariamente sou perguntada sobre como deve ser realizado o cálculo do acerto trabalhista, tanto por empresários interessados em fazer a rescisão de contrato de trabalho CLT de forma correta, quanto por empregados, que após o desligamento da empresa necessitam de uma simulação para garantir que tudo esteja dentro da legalidade. Nesse artigo você vai aprender como realizar o cálculo do acerto trabalhista, e também conhecer uma ferramenta criada pelo Aprendda, que permite gerar simulações online, economizando assim tempo e trazendo segurança na hora de receber o seu pagamento final.

Nesse artigo você vai aprender:

O que é o acerto trabalhista?

Quem possui o direito ao acerto trabalhista?

Como é calculado o acerto?

O que é o acerto trabalhista?

Alguns ainda possuem dúvidas sobre o que realmente é o acerto trabalhista. Apesar de parecer óbvio, o assunto ainda deixa muitos não especialistas na dúvida. Para ficar claro sobre o assunto, considere que o acerto trabalhista é:

Um cálculo de todas as obrigações que uma empresa possui perante um funcionário e também de todas as obrigações que um funcionário ainda possui perante a uma empresa. Esse cálculo, depois de realizado, garante que nenhuma das partes possa alegar que ainda existam obrigações a serem cumpridas.

Basicamente essa definição, em termos leigos, significa que nenhuma das partes, tanto a empresa quanto o funcionário, poderão entrar na justiça após o acordo assinado. Apesar de no papel funcionar dessa forma, legalmente as coisas são diferentes. Mesmo após o acordo fechado é possível sim acionar a justiça para a revisão caso não concorde com o valor recebido.

Quem possui o direito ao acerto trabalhista?

Todo trabalhador que esta empregado de acordo com a Consolidação das Leis do Trabalho (CLT), ou como é comumente conhecido – carteira assinada, possui o direito ao acerto trabalhista. Vale lembrar que a carteira de trabalho de todo funcionário deve ser assinada desde o primeiro dia de serviço.

Quem possui carteira assinada de acordo com a CLT, possui os seguintes direitos:

  • Repouso semanal remunerado;
  • Salário deve ser pago até o 5° dia útil de cada mês;
  • Férias remuneradas;
  • Vale transporte;
  • Licença maternidade;
  • Licença paternidade;
  • FGTS;
  • Aviso prévio de 30 dias;
  • Seguro-desemprego.

Quem não possui carteira assinada também pode acionar a justiça do trabalho e garantir esses direitos, porém o processo é longo e demorado. O recomendado é desde o primeiro momento solicitar ao empregador que sua carteira seja assinada, caso ele se recuse, faça uma denúncia no ministério do trabalho.

Como é calculado o acerto trabalhista?

Existem duas formas de fazer o cálculo do acerto trabalhista. A fácil, que é utilizando a ferramenta que o Aprendda criou especialmente para isso. E a difícil, onde é somando todos os deveres e obrigações da empresa sem nenhuma ajuda de software, “na mão”. Se você possui experiência com contabilidade ou recursos humanos, é legal optar pela versão difícil disponível logo abaixo. Se você é leigo em contabilidade ou RH, o aconselhável é utilizar a ferramenta para simulação online do acerto, para isso basta clicar no link abaixo e responder algumas perguntas.

calcular acerto trabalhista online

Chega de dores de cabeça, entenda como Calcular o Acerto Trabalhista.

Se você continuou lendo o artigo é porque quer fazer o cálculo da maneira difícil. Para isso deve conhecer os seus direitos e assim realizar as devidas somas. Vamos supor que você foi demitido, logo os direitos que possui são:

  • Aviso prévio;
  • Férias proporcionais e vencidas;
  • 13° proporcional;
  • FGTS + multa de 40%;
  • Indenizações quando cabível.

Primeiro passo é calcular as suas remunerações. Para isso você precisa pegar o seu salário atual, somar com as horas extras habituais mais os adicionas como o de periculosidade.

Para ilustrar vamos supor que você tenha um salário de R$1.000,00 e todo mês recebe R$ 200,00 de hora extra.  Logo sua remuneração seria de R$ 1.000,00 + R$ 200,00 = R$ 1.200,00. Neste caso não possui nenhum adicional.

Segundo passo é calcular os seus direitos. Em nosso exemplo o aviso prévio deverá ser indenizado, e por lei, equivale a uma remuneração. Seguindo nosso exemplo o valor do aviso prévio seria R$ 1.200,00.

Terceiro passo é calcular as indenizações adicionais. A indenização mais importante aqui é com relação à data-base de sua categoria. Se você foi demitido de 1 a 30 dias antes da data-base, possui direito a mais uma remuneração, que em nosso exemplo é de R$ 1.200,00.

Quarto passo é calcular o 13° salário. Para isso basta contar os meses a partir do dia 1 de janeiro do ano em que você foi demitido, até a data da demissão, a quantidade de meses é o fator da divisão pelo seu salário. Por exemplo, se foi demitido em junho, logo trabalhou seis meses, e o cálculo ficaria 6/12 x R$1.000,00 = R$500,00. Então teria que receber R$ 500,00 de décimo terceiro.

Quinto e último passo é calcular o salário que ainda falta para receber do mês trabalhado. Para isso basta contar os dias trabalhados, a partir do dia primeiro do mês da demissão, e multiplicar pelo seu salario diário. Exemplo, se trabalhou 15 dias no mês da demissão, a conta ficaria 15 x R$1.000,00/30 = R$500,00.

Agora o seu acerto é a soma de todos os cálculos efetuados.

Obviamente este é um exemplo simplista de como o cálculo realmente funciona, porém garante uma ideia geral do processo. É importante analisar diversos fatores como tempo de trabalho, cálculo de férias, férias atrasadas e reajustes legais. Para um cálculo preciso é importante que procure um contador e solicite uma simulação.

Caso reste dúvidas entre em contato pelos comentários.

Atualizado em: 28/04/2013
  • Esta dica foi útil para você?
  • Recomendar
  • Não recomendar

16 pensamentos em “Calcular Acerto Trabalhista Online: Simulação

  1. Minha foto

    Bom dia!!! Queria que me destes uma ajuda !!! Trabalhei sem carteira assinada como recepcionista noturno em uma pousada no horário das 22hs até 8hs do dia seguinte 3 vezes por semana durante 1(um ano), durante esse período não tive pagamento de férias, 13º salário, FGTS (fundo de garantia) e não pagaram INSS. Portanto a empresa me sugeriu um acerto total sobre esse tempo, então eu gostaria por gentileza que fizessem um simulado pra mim com o valor real que tenho direito à receber. Me fora indicado esta página por que tem credibilidade e seriedade sobre as leis e direitos trabalhistas. Desde já agradeço a cordial ajuda. Aguardo respostas.

  2. Minha foto
    marcelo oliveira 14/08/2013 em 17:56 - Responda

    trabalho em uma empresa desde 05/05/2008 vou sair em 15/09/2013 sem justa causa com todos os direitos encrusive aviso pago pela empresa meu salario é de 1.130.00 neste periudo sempre fiz horas extras . eu gostaria de saber se elas entram na recisao de contrato

  3. Minha foto
    thais vieira lino 20/11/2013 em 11:51 - Responda

    minha filha trabalhou sem registro na carteira,tem apenas 15 anos carga horaria foi de seis horas e meia de seg a sab por oito meses foi mandada embora sem aviso previo quero saber todos o direito dela obr

  4. Minha foto

    tenho 16 anos estou gravida fui demitida depois de comunicar a minha patroa da gravidez trabalhei setes meses, das 07:30 ate as 18:00 trabalhei todos os feriados sem receber nada que direitos tenho??

  5. Minha foto

    entrei na empresa 09/09/2013 ate 07/12/2013 e fui mandada embora quanto que eu tenho que rece de acerto ?
    meu salario era 915,00

    bjj

  6. Minha foto

    eu trabalho 2 horas e meia em uma loja fazendo a função de atendente e fui mandada embora sem motivo eu recebo o salario de 570,00 reais ,gostaria de saber quando eu recebo de tempo de casa? a dona da loja me pagava tudo direitinho sem desconto, o meu inps integral (79,80) decimo terceiro e ferias . eu recebo os 570,oo limpinho que foi combinado como salario. trabalho desde 01-01 de 2011 e fui demitida agora no dia 19 de janeiro de 2014. não tenho ferias vencidas e vou trabalhar mais um mes ate ela arrumar outra pessoa. por favor me de o valor calculado pois, não entendi muito aquele simulao,não entendi se eu preciso somar tudo aquilo para saber quanto eu vou receber.
    obrigado.

    • Minha foto

      Na verdade ela te paga já muito, se você realmente só trabalha 2 horas e meia por dia. Lembre-se que só existe contrato de trabalho pra quem trabalha oito horas por dia.

  7. Minha foto

    Estou saindo da empresa, e tirei 15 dias de ferias no ano de 2013 mas teria direito somente em agosto 2014 e vão descontar é correto? se eu não cumprir os 30 dias de aviso tenho que pagar p/ empresa os dias que eu não cumprir?
    Obrigada,

  8. Minha foto
    amanda Cristina 09/04/2014 em 13:37 - Responda

    Gostaria de saber o meu cálculo nao consegui fazer eu trabalho a 3 anos e seis meses registrada ganho o salário 1.021 tenho 2férias vencidas e fui mandada embora dia 08/04/14 trabalho desde 01/11/2010 por favor obrigado

  9. Minha foto
    David Maltoni Soares 22/04/2014 em 14:21 - Responda

    Olá, estou trabalhando em uma empresa do dia 26 / 07 / 2013 e estou querendo sair dela na data de 26/09/2014, mais minha carteira de trabalho foi assinada na data de 14/02/2014, eu recebo R$ 900,00 de salario, gostaria de saber como funcionaria meu acerto (ja que vou pedir para sair eu irei abrir mão dos meus 40% e provavelmente não terei tirado ferias). agradeço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>