Como se manter na moda usando o básico

Descubra como criar looks incríveis sem ter que investir fortunas em novas roupas. Aproveite as peças chaves de seu guarda-roupa e arrase no visual

Eu não tenho o que vestir! Quem nunca disse isso, pelo menos uma vez na vida, que atire a primeira pedra. O armário pode estar abarrotado de coisas, mas sempre tem aquele momento em a gente acha que nada cai bem. É o vestido que não dá com o sapato, o brinco que não orna com a blusa, a calça que não sobe mais. Ou simplesmente enjoamos do que temos. Sim, isso vai acontecer. E sim, provavelmente você vai se atrasar muito por conta dessa brincadeira. Mas nem tudo está perdido. Na maior parte do ano você pode se virar muito bem com algumas peças-chave fáceis de encontrar e que valem o investimento.

Camiseta básica/estampada

Seja você uma advogada ou uma professora de Hip Hop, vale a aposta. A camisetinha-velha-de-guerra nunca te deixa na mão. Explore combinações: com saia lápis, short destroyed, jeans ou blazer. Ela ajuda a quebrar a formalidade de alguns looks e reforça o ar descontraído de outros. Invista em básicas (branca, cinza, preta, marinho), sem deixar de brincar com as coloridas e estampadas também.

Shorts

Do verão ao inverno, da praia ao shopping, sempre cabe um shortinho. Pode ser desde uma blusa levinha até com uma camisa social. Assim como a camiseta, o restante do look vai depender da ocasião. Prefira aqueles mais soltinhos, que não marcam. Você fica mais à vontade e ganha uma sofisticação extra, sem muito esforço.

Calça jeans (uma clara e uma escura)

modelos de calças jeans

Escolha o melhor modelo de calça jeans ao seu corpo

Jeans é jeans, não dá para negar. É nosso amigo de (quase) todas as horas, e que por sinal, também permite uma infinidade de combinações. Vai à escola, cinema, barzinho. Com uma camiseta de banda (olha ela aqui de novo!), um tricô, uma blusa mais estruturada e você pode ir até pra Marte! É bom ter uma lavagem escura e outra clara, para aumentar as possibilidades.

Casaquinho

Mesmo que sua cidade tenha uma média amena de 34 graus (Goiânia em meu caso), vale apostar no casaquinho. É exatamente o clima de sua cidade que vai ditar o tipo mais adequado para você. Cardigan, tricô, jaqueta ou uma malha leve. A terceira peça faz a diferença, moçada! Você ganha linhas verticais que alongam a silhueta e, de quebra, o charme das manguinhas puxadas.

Camisa branca

Ah, a camisa branca! Um amor antigo que nunca perde seu lugar conquistado. Ela tem dessas de ser linda na simplicidade, ser chique sem impor. Consegue passear por todos os estilos, levantar qualquer cara mal dormida, sem nem fazer alvoroço. Saia? Vai. Calça de alfaiataria? Claro. Jeans? Nem preciso falar. É uma camisa branca, gente.

Sapatilha

Ô invenção dos deuses! Democrática, confortável e cabe em qualquer ocasião. Ela vai da estampa ao pretinho básico num pulo e agrada até as mais exigentes. Vale apostar na sapatilha. Ela é tão versátil que consegue montar um look sozinha. Tem com listras, poá, floral, animal print, basta escolher uma de acordo com seu gosto pessoal.

Salto Alto

Por mais que seu emprego, os lugares que você frequenta, seu estilo pessoal não tenham nada a ver com salto alto, acho sempre bom ter essa carta na manga. De vez em quando aparece uma vontadezinha de ousar, de ganhar uns centímetros a mais. Não tem que ser um scarpin-pink-salto-agulha-bico-fino. Escolha alguma coisa que te deixe confortável, que não te faça ignorar a pista de dança por medo de se desequilibrar e, claro, que seja compatível com outras peças que você tem no armário.

Acessórios

Um dos jeitos mais fáceis de levantar um look caidinho. Se você não tem o hábito de usar, comece com peças leves e que não vão te atrapalhar durante as atividades do dia, fica mais fácil não perceber e evitar que você sinta que está chamando muita atenção. Os acessórios dão um novo ar ao que você veste e, aos poucos, você já vai estar pensando neles ao escolher o que usar no dia. Vale montar as várias opções para uma mesma blusa ou vestido, como cintos, brincos, anéis, colares, pulseiras, mas tome cuidado com os exageros!

Saia

escolher saia

Uma saia tem a vantagem de ser feminina e salvar os dias de calor até nos ambientes mais formais, tudo depende do corte e das cores. Se os lugares que você frequenta são mais relax, use e abuse! Passeie por estampas, modelagens e combinações. Se seus ambientes forem mais formais, suas possibilidades ficam menores, mas não menos interessantes. Use cores na blusa, nos sapatos e, claro, entre de cabeça nos acessórios!

A palavra-chave é criatividade. Pensar em combinações diferentes abre um leque extraordinário dentro do seu armário, explore-os! Teste coisas opostas juntas, aposte nos acessórios, sapatos, cabelo e make para levantar um look básico, não esquecendo que ele caminha junto com a ocasião. Vale sempre recorrer ao bom senso, ninguém acerta tudo de primeira e você provavelmente vai sair de casa algumas vezes pensando que colocou a pior coisa que tinha à disposição. Seja compreensiva consigo mesma. Errar é o melhor exercício para acertar depois.

Você não precisa renovar seu guarda roupa a cada estação. Invista em peças que vão de janeiro a janeiro, que tenham a ver com o SEU estilo e bolso. Consumir de forma inteligente é saber o que vale a pena comprar, e isso inclui desde a qualidade da peça, até a versatilidade que ela permite.

Atualizado em: 26/04/2015
  • Esta dica foi útil para você?
  • Recomendar
  • Não recomendar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *