Sisu: O que é e como fazer a Inscrição

Entenda como fazer a inscrição no SISU e conheça esse programa do governo que permite entrar em uma faculdade pública sem fazer o vestibular.

Já discutimos sobre o Enem e explicamos de forma completa por que o programa por si só não garante uma bolsa de estudos. Falamos sobre o ProUni e como se inscrever no programa. Agora chegou a hora de falar sobre o Sisu, um programa do governo semelhante ao ProUni, porém com suas particularidades. Você vai aprender agora as diferenças entre os dois programas, como fazer a inscrição no Sisu, conhecer a lista de espera e obter diversas informações úteis sobre o programa.

Lembre-se de ler o artigo sobre a inscrição no Enem, pois ele complementa as informações contidas aqui.

Nesse artigo você vai obter informações sobre:

O que é o Sisu?

Diferença entre ProUni e Sisu

Como fazer inscrição no Sisu

O que é o Sisu?

A quantidade de siglas que o governo inventa, confunde os usuários mais desatentos, a confusão entre o Sisu, ProUni e até mesmo o Enem é comum e poucos sabem realmente a diferença ente eles.  Para ficar claro e entender o que é Sistema de Seleção Unificada (Sisu), imagine o seguinte – O Sisu é uma grande base de dados gerenciada pelo MEC. Com essa base de dados às instituições públicas de ensino superior podem oferecer vagas aos candidatos que melhor se classificaram no Enem.

Sisu como fazer a Inscrição

Logo o Sisu é um grande ranking, baseado na nota do Enem. Os candidatos bem colocados podem concorrer a uma vaga em uma faculdade pública, sendo todo o processo de seleção é feito em uma única etapa, o candidato só precisa escolher qual intuição e qual curso superior deseja concorrer.

Quando o processo de seleção chegar ao fim, o próprio sistema do Sisu vai selecionar os candidatos com as melhores notas em cada curso e assim distribuir as vagas de acordo com a disponibilidade de cada instituição.

Diferença entre ProUni e Sisu

Pode não ter ficado claro a diferença entre o ProUni e o Sisu, note que o ProUni visa distribuir bolsas de estudo para os alunos de baixa renda que tiveram boa colocação no Enem, neste caso o aluno é matriculado em uma faculdade particular e o governo federal paga um bolsa mensal correspondente a mensalidade do curso.

Já no caso do Sisu o aluno participa de um banco de dados classificatório com o objetivo de concorrer a uma vaga de estudos em um universidade pública, diferente do ProUni, o Sisu não concede subsídios financeiros e sim uma vaga em uma faculdade que já é grátis.

Para fixar bem o conceito vamos repetir novamente, no ProUni você está concorrendo a uma bolsa de estudos, e no Sisu você está concorrendo a uma vaga em uma faculdade pública.

Geralmente universidades públicas são muito concorridas, e por isso seu processo de seleção é oneroso e demorado. Alunos que optam pelo Sisu ganham um atalho, pois não precisam passar pelo vestibular convencional.

Em ambos os casos a nota do Enem é usada para a seleção, porém o método de escolha do candidato e o beneficio ofertado são diferentes.

Como fazer inscrição no Sisu

Primeiramente antes de fazer a inscrição no Sisu você deve ter em mãos o número da inscrição no Enem e a senha de acesso ao sistema, essas informações são necessárias para que você proceda com a inscrição. De posse dos dados solicitados obrigatórios, você precisa acessar esse endereço eletrônico aqui e ficar atento ao cronograma de inscrições no Sisu. O programa só aceita novas solicitações duas vezes ao ano, sempre no início do semestre letivo, por isso se perder a chance terá que esperar a próxima chamada.  O alerta fica sempre no canto superior direito, como mostrado na imagem abaixo.

cronograma processo seletivo sisu

Sempre fique atento ao cronograma oficial.

Uma  informação importante é com relação a preço da inscrição, como todo o processo é feito 100% online, não existe custo algum para o estudante. Todo o processo do Sistema de Seleção Unificada é gratuito e livre de taxas. Além de grátis, os únicos documentos solicitados são o número da inscrição no Enem e a sua senha de cadastro no exame, isso facilita a vida do candidato que procura entrar em uma faculdade.

Documentos adicionais como CPF ou RG só serão solicitados caso você seja aprovado, e todos deverão ser apresentados diretamente à instituição de ensino.

Nota de Corte do Sisu

A nota de corte do programa vai depender exclusivamente da instituição de ensino que você escolheu juntamente com o curso selecionado. Algumas instituições adotam métodos próprios de seleção, já outras adotam politicas de incentivo a alunos afrodescendentes, indígenas, egressos de escola pública.

É importante você procurar informações diretamente na instituição que pretende pleitear uma vaga, pois assim você pode se beneficiar de alguns bônus em sua nota, caso se enquadre em algum dos requisitos.

Lista de espera do Sisu

Outra característica do programa é a lista de espera. Como os candidatos podem concorrer simultaneamente ao Sisu e ao ProUni, porém não podem cursar duas faculdades ao mesmo tempo, muitos usuários acabam desistindo de sua vaga. Por isso existe uma lista de espera para os candidatos que não atingiram nota suficiente para entrar na faculdade.

Os candidatos devem ficar atentos à segunda chamada do Sisu pelo site oficial, disponível neste endereço eletrônico, e também no site da instituição de ensino que você escolheu. É importante monitorar constantemente essas convocações, pois ao ser convocado o aluno precisa realizar a matrícula rapidamente ou perderá a vaga.

Conclusão

Acredito que tenha ficado claro as principais informações sobre o programa. A dúvida principal era com relação à diferença entre os programas do MEC e também sobre a documentação necessária, o que foi devidamente esclarecido. Agora é só compartilhar esse artigo com seus amigos e ajudar mais pessoas no programa.

Atualizado em: 10/05/2013
  • Esta dica foi útil para você?
  • Recomendar
  • Não recomendar

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *